segunda-feira, 15 de julho de 2024

Prefeitura do Crato é inviabilizada de conter problema no lixão, com protesto de alguns moradores

A Prefeitura Municipal do Crato foi inviabilizada, na manhã desta quinta-feira, 6, de dar continuidade ao trabalho de debelar os focos de incêndio na área do lixão, em virtude de um protesto no local, com barreiras na estrada de acesso, envolvendo algumas pessoas. Desde a última terça-feira, 4, que a administração tem concentrado esforços no intuito de resolver o problema. O incêndio foi causado, provavelmente, de forma criminosa, e para isso a gestão municipal acionou as forças de segurança e registrou um Boletim de Ocorrência (BO) para investigar o caso. Na manhã de hoje, a equipe de trabalho foi impedida de realizar os serviços e, somente após muito diálogo com secretários municipais e as forças de segurança, que os equipamentos e carros-pipa foram liberados, por volta das 11h20.

Foram acionados para o local 3 carros-pipa, 4 caminhões caçamba e duas retroescavadeiras. Enquanto algumas pessoas impediam a passagem dos equipamentos a situação se agravava. O alerta estava sendo feito pelos agentes da Secretaria de Meio Ambiente e também da Secretaria de Serviços Públicos. A administração municipal reconhece o direito à manifestação, mas destaca a situação de emergência, em que moradores das áreas mais próximas estavam sendo prejudicados, com o fogo e a fumaça no local.

Para que o problema fosse sanado, foi necessário haver algumas horas de negociação, o que acabou atrapalhando ainda mais a execução dos serviços necessários. O Secretário de Serviços Públicos, Tota Lobo, que esteve no local conversando com as pessoas que realizavam o protesto, disse que foi feita uma força-tarefa. A equipe no momento está concentrada na área realizando os serviços, para resolver o problema.

Outros Posts