segunda-feira, 17 de junho de 2024

Pingo de Fortaleza e Rosemberg Cariry apresentam, no Sítio Caldeirão, show ‘Suíte do Caldeirão da Santa Cruz do Deserto’

A Vila da Música Monsenhor Ágio Augusto Moreira, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult/Ceará), gerido pelo Instituto Dragão do Mar (IDM), realizará o show e pré-lançamento do álbum “Suíte do Caldeirão da Santa Cruz do Deserto”, no dia 25 de setembro, às 10h, no Sítio Caldeirão. A atividade é em parceria com a Secretaria de Cultura do Crato.

Com a participação da Orquestra Solibel Jovem, o Coral da Universidade Federal do Cariri (UFCA) e músicos convidados, os artistas Pingo de Fortaleza e Rosemberg Cariry buscam fortalecer a memória e discussões acerca do espaço, que historicamente é marcado por suas organizações em defesa da agricultura familiar, do meio ambiente e da soberania alimentar. 

Na semana da programação, ocorrerá a oficina “Gravação e Mixagem em Estúdio” de 20 a 24, facilitada pelo engenheiro de som Airton Montezuma, que está responsável pela parte de áudio do projeto. Na ocasião, serão gravadas vozes e instrumentais do álbum. Além disso, haverá o ensaio aberto do show no sábado (24). 

As duas atividades são gratuitas e acontecerão no estúdio e no auditório da Vila da Música, respectivamente. Saiba mais informações sobre a oficina e faça sua inscrição aqui

Saiba mais sobre o projeto

Buscando evidenciar através da música e do audiovisual a historicidade da comunidade do Sítio Caldeirão e de seus personagens, o projeto “Suíte do Caldeirão da Santa Cruz do Deserto” aborda reflexões e uma nova perspectiva contemporânea de consolidação da memória dessa irmandade e de sua construção. 

Sua culminância está na produção de álbum musical com caráter armorial, contendo sete músicas e textos interpretados como prelúdios explicativos. As canções contam com arranjos de orquestra e serão interpretados por diferentes artistas do Cariri, como: Abidoral Jamacaru, Mestra Marinês, Fidelis, João do Crato, Salatiel, Luciano Brayner e Di Freitas. 

Já o documentário tem previsão para ser lançado em março de 2023 e consiste em um musical com as faixas do álbum. Apresentando registros históricos do espaço e imagens do processo de gravação do álbum realizadas pelo fotógrafo e cinegrafista Dadá Petrole, tem sido realizado através de apoios institucionais, campanhas colaborativas e parceria com entidades privadas. 

O projeto foi idealizado pela gestora da Vila da Música, Dane de Jade e pelos artistas Pingo de Fortaleza e Rosemberg Cariry. Além disso, conta com a direção artística e assistência de Weber dos Anjos.

Outros Posts