terça-feira, 23 de abril de 2024

Sisar atende mais de 1 milhão de pessoas em áreas rurais no Ceará

Mais de 1 milhão de pessoas que vivem em zonas rurais no Ceará são beneficiadas com abastecimento de água tratada pelo Sistema Integrado de Saneamento Rural (Sisar). O modelo de autogestão, criado pela Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece), já atende 2.124 localidades rurais e abrange 169 municípios cearenses. Os números correspondem a 49% de cobertura dos serviços de água no meio rural do estado.

De acordo com o especialista em saneamento rural e assessor da presidência da Cagece, Helder Cortez, o Ceará possui ainda R$ 1 bilhão de investimentos garantidos para o saneamento rural nos próximos 4 anos. Os recursos contam com financiamentos internacionais dos bancos Bird e KFW, além de contrapartidas do Governo do Ceará.

Além desses, novos investimentos também estão previstos para o saneamento rural no Ceará através do Governo Federal, por meio da Fundação Nacional da Saúde (Funasa), do Ministério das Cidades e do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR).

Helder Cortez afirma que o Sisar é uma organização não governamental voltada para reduzir a pobreza e a desigualdade social no estado através da gestão do saneamento básico no meio rural. “Nós estamos bem estruturados em compromisso com o saneamento rural aqui no Ceará. O Sisar, hoje, resgata cidadanias e traz oportunidades para um melhor desenvolvimento social e econômico nas comunidades rurais, mas ainda existem desafios pela frente”, declara o especialista.

Os desafios, segundo Cortez, se voltam principalmente para a necessidade de um arcabouço jurídico de leis federais que amparem o desenvolvimento de ações e garanta recursos, parcerias e a definição de um padrão para a universalização da prestação dos serviços de água e esgoto nas comunidades rurais não só do Ceará, mas do Brasil.

Saiba mais

Os investimentos para o saneamento rural que o Ceará dispõe serão utilizados tanto para a ampliação da cobertura dos sistemas de abastecimento quanto de esgotamento sanitário nas comunidades afastadas das áreas urbanas, contribuindo assim com novos avanços no sentido da universalização desses serviços no estado.

Otaciana Ribeiro, gerente de Saneamento Rural da Cagece, afirma que o Ceará é uma referência nacional e internacional com o modelo de gestão de saneamento rural do Sisar. “Os resultados que temos hoje mostram que estamos no caminho certo e refletem também a importância desse modelo de gestão para a manutenção dos sistemas já instalados e o desenvolvimento sustentável das comunidades”, reforça.

Outros Posts