terça-feira, 16 de abril de 2024

Semace realiza soltura de 53 animais silvestres

A Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) libertaram mais 53 animais silvestres na Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) Mãe da Lua, localizada em Itapajé, a cerca de 120 km de Fortaleza. A soltura ocorreu nesta terça-feira (22). Os animais são oriundos de fiscalizações, apreensões e doações voluntárias. A lista é formada por um gambá-de-orelha-branca (Didelphis albiventris) e vários pássaros.

Lista de passeriformes soltos

1 – rolinha (Columbina talpacoti)
1 – garibaldi (Chrysomus ruficapillus)
1 – graúna (Gnorimopsar chopi)
3 – sabiá-laranjeira (Turdus rufiventris)
3 – corrupião (Icterus jamacaii)
2 – caboclinho (Sporophila bouvreuil)
1 – sanhaço-cinzento (thraupis sayaca)
9 – galo-da-campina (Paroaria dominicana)
3 – canário-da-terra (Sicalis flaveola)
3 – galinho-da-serra (Coryphospingus pileatus)
8 – bigodinho (Sporophila lineola)
4 – azulão (Cyanocompsa brissonii)
7 – baiano (Sporophila nigricollis)
6 – brejal (Sporophila albogularis)

A RPPN Mãe da Lua foi criada em 29 de julho de 2009 e tem uma área total de 764,08 hectares, com vegetação predominante de Caatinga e Mata Atlântica. A preservação e conservação da área são suas principais atividades, além de ser aberta para visitação, educação ambiental e pesquisa. Para a criação da RPPN, foram unidos quatro terrenos na região de Itapajé.

As RPPNs são unidades de conservação (UC) de domínio privado, gravadas com perpetuidade na matrícula do imóvel, com o objetivo de preservar a diversidade biológica. Sua criação não afeta a titularidade do imóvel, e elas contribuem para a ampliação das áreas protegidas no país, apresentando índices altamente positivos para a conservação. São facilmente criadas em relação a outras categorias de UC e possibilitam a participação da iniciativa privada no esforço nacional de conservação. Proprietários de imóveis rurais ou urbanos com potencial de conservação podem solicitar a criação dessas áreas, e em geral, são necessárias apenas amostras de áreas com bom grau de preservação. A viabilidade ambiental da criação da UC é avaliada durante a vistoria técnica. Para mais informações , acesse o site.

Para mais informações sobre a criação dessas áreas, a população pode entrar em contato com a Semace pelo site, aplicativo Semace Mobile ou através da Central de Atendimento, de segunda a sexta-feira, das 8 horas às 17 horas.

Outros Posts