segunda-feira, 27 de maio de 2024

Sejuv e SSPDS realizam reunião com MPCE e FCF para tratar sobre incidente durante o jogo entre Ceará e Cuiabá

Em reunião realizada na manhã desta segunda-feira (17), na sede da Secretaria do Esporte e Juventude (Sejuv), juntamente com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social  (SSPDS), Federação Cearense de Futebol (FCF) e Ministério Público (MPCE), para tratar da ação de evacuamento da torcida, após o ocorrido durante o jogo entre Ceará e Cuiabá, foi unânime entre os órgãos que essa foi a melhor decisão tomada para garantir a integridade dos torcedores.

“O que houve no jogo foi uma ação planejada entre os órgãos de segurança para o evacuamento da torcida pelas laterais. Agora, iremos disponibilizar todas as imagens do jogo para que os torcedores sejam identificados e os que cometeram alguma infração sejam punidos perante os órgãos de Segurança Pública”, afirmou o secretário do Esporte e Juventude, Rogério Pinheiro.

Presente na reunião, o secretário da Segurança Pública e Defesa Social, Sandro Caron, disse que a investigação feita pela Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE) será rápida e que os torcedores suspeitos de participação no incidente irão responder pelos crimes cometidos. “A Polícia Civil já designou uma equipe para apurar e identificar os indivíduos que provocaram esses atos e encaminhará o inquérito para o Ministério Público. As pessoas que praticaram crimes no dia de ontem serão responsabilizadas. Serão enquadradas tanto nos crimes do Estatuto do Torcedor e como também em outros crimes do Código Penal”, disse Caron.

Essa foi a primeira vez que foi executado o plano de evacuação na Arena Castelão, buscando resguardar a integridade do torcedor. A Sejuv irá realizar um estudo de caso, juntamente com a Polícia Militar do Ceará (PMCE), para que ações como essa sejam executadas da melhor forma possível, além de aperfeiçoar o plano e a aplicação das punições devidas aos integrantes de torcidas organizadas.

429 cadeiras quebradas

Após o jogo entre Ceará e Cuiabá, nesse domingo (16), pela Série A do Campeonato Brasileiro, a Secretaria do Esporte e Juventude (Sejuv) contabilizou o quantitativo de 429 cadeiras quebradas na Arena Castelão, resultado da briga entre torcedores do Ceará Sporting Club. “Lamentamos o fato ocorrido. Esse número de cadeiras quebradas é bem expressivo. Os clubes são responsáveis pelos danos gerados no equipamento”, afirmou o secretário do Esporte e Juventude, Rogério Pinheiro. A Sejuv já está trabalhando com a reposição das cadeiras, mas reforça que o clube mandante é o responsável pelo ressarcimento do valor referente às cadeiras quebradas.

Outros Posts