quinta-feira, 18 de julho de 2024

Segundo dia de greve de aeronautas causa atraso em voos em nível nacional

Aeronautas e comissários de voo entraram hoje (20) no segundo dia da greve, até o momento ocasionando atrasos e cancelamentos de voos. A partir das 6h as operações começaram a ficar suspensas nos aeroportos de São Paulo, Rio de Janeiro, Campinas, Porto Alegre, Brasília, Belo Horizonte e Fortaleza.

No Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, foram registrados 11 atrasos e 5 cancelamentos. Durante a manhã de hoje, apesar do avanço da normalização, havia filas nos balcões das companhias aéreas para acomodar os passageiros em outros voos, já que alguns passageiros precisam fazer conexões para outros aeroportos incluídos na suspensão de duas horas nas atividades. 

Já no Aeroporto Internacional Tom Jobim, na Ilha do Governador, zona norte da capital fluminense, no RioGaleão não houve atrasos e nem cancelamentos por causa da greve dos aeronautas, segundo a assessoria de imprensa.

Segundo a assessoria da concessionária da região metropolitana de Belo Horizonte, o BH Airport, em Confins, relatou que também não houve cancelamentos, mas aconteceram dois atrasos nos voos  Gol 2051 (Santos Dumont) e no Gol 1303 (Congonhas).

Segundo Leonardo Souza, diretor do Sindicato Nacional dos Aeronautas, o impacto hoje foi maior que no primeiro dia, principalmente em voos nacionais. 

Os aeronautas estão reivindicando aumento real de 5% nos salários e melhores condições de trabalho, incluindo o respeito das folgas programadas que, na avaliação da categoria, não estão sendo cumpridas, além do reajuste pelo INPC.

Com o não avanço das negociações com as empresas, o diretor acrescenta que a greve deve permanecer por tempo indeterminado e com suspensão diária das atividades entre 6h e 8h.

Outros Posts