domingo, 19 de maio de 2024

Prêmio Beata Maria de Araújo reconhece trabalho de mulheres negras

O Município de Juazeiro do Norte homenageou mulheres negras que se destacam, em várias áreas, com o Prêmio Beata Maria de Araújo. A solenidade de entrega foi realizada nessa terça-feira, 25, na Escola de Saberes Daniel Walker.

21 juazeirenses que desenvolvem trabalhos de destaque nos saberes e cultura regional, na música, culinária, educação popular, dança, artesanato, além de pesquisa acadêmica, docência, entre outras atividades, receberam a premiação.

O reconhecimento se faz em alusão ao Dia da Mulher Negra, Latino-Americana e Caribenha, celebrado em 25 de julho. O evento resultou da ação conjunta entre a Secretaria de Desenvolvimento Social e Trabalho – SEDEST e o Núcleo de Educação e Promoção da Igualdade Racial (NEPIR), além de outros parceiros.

O advogado Romero Araújo, que é descendente da Beata Maria de Araújo, expressou a importância do reconhecimento que esta figura histórica recebe através do prêmio. “Esse momento que vivenciamos, hoje, é histórico. É o primeiro prêmio que leva o nome da Beata e reconhece, também, a história de mulheres negras da nossa cidade, que dão a sua contribuição social para a população”, destaca.

A artista regional Negra Lu foi uma das homenageadas e celebrou a ação do Município. “Primeiramente, estou muito orgulhosa e feliz, honrada em estar diante de tantas potências. Mulheres que são referências e inspirações para mim e para tantas outras. E é um evento essencial para frisar a imagem da Beata Maria, quase sempre excluída”, reflete a artista.

Compondo a mesa de anfitriões, estiveram a secretária de Desenvolvimento Social e Trabalho, Josy Lima, a diretora da Proteção Básica, Isabella Ângelo, Mãe Alana, representante das mulheres negras do Cariri, a gerente do NEPIR, Stephanie Matos, bem como representantes do Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial – COMIRA, da Articulação Nacional de Psicólogas(os) Negras(os) e Pesquisadoras(es)- ANPSINEP, e do Ministério Público.

Confira a lista das homenageadas:

1. Negra Lu / MC

2. Mestra Yara/ Guerreiro Santa Madalena

3. Yohana Alencar/ COPIR/OAB e GRUNEC

4. Yalorixá Deleuy de Oxum/ Povo de Terreiro

5. Moema Alves Macêdo / ANPSINEP

6. Mãe Jacinta/ Povo de Terreiro (João Cabral)

7. Mãe Alexandrina/ Povo de Terreiro ( Frei Damião)

8. Maria Braz Lima da Silva/ Artesã (Palmeirinha)

9. Aurineide Almeida Barbosa/ Associação Educativa e Cultural Asa Branca (Triângulo)

10. Neuza Sousa/ Líder Comunitária (Frei Damião)

11. Severina Ramos dos Santos/ Artesã e Poeta (Aeroporto)

12. Raimunda Cirino de Lima/ Cozinheira (Unidade de Acolhimento)

13. Cícera Geiciane dos Santos Oliveira/Artista e Palestrante (CEUS)

14. Yohanna Greice/ Estilista

15. Ana Paula Lima Santos/Juventude Negra (Campo Alegre)

16. Regina Maria da Conceição/ Artesã (Frei Damião)

17. Cícera Maria da Silva/ Associação Maria Vilanir (Triângulo)

18. Maria Cicera Angelino Teles/Artesã (Horto)

19. Doné Flávia de Ogum/Povo de Terreiro

20. Mãe Ominaziê de Oxum/COMIRA

21. Maria Noemi da Silva/Agricultora.

Outros Posts