quarta-feira, 19 de junho de 2024

Padre Cícero será o enredo de escola de samba no Rio de Janeiro

Padre Cícero e suas benfeitorias a partir do imaginário popular será o enredo da escola de samba Unidos de Padre Miguel, no carnaval de 2024, na Marquês de Sapucaí, no Rio de Janeiro. A escola, que foi vice-campeã em 2023 da Série Ouro, e busca o tão sonhado título e o acesso ao Grupo Especial do carnaval carioca chegou a essa definição, na tarde desta sexta-feira (24), data em que a importante figura de Padre Cícero completaria 179 anos de nascimento. “O Redentor do Sertão” será o samba-enredo.

A narrativa, desenvolvida pela equipe da Vila Vintém, trará luz às emoções do sertanejo, evidenciando a ligação de suas histórias de vida com as benfeitorias e obras do padre.

“Trata-se de um enredo cuja narrativa traz uma visão sobre a vida de Padre Cícero e suas benfeitorias a partir do imaginário popular, usando diferentes representações da vida e obra do ‘Padim’ e com três os sentimentos que irão guiar a nossa história: a fé, o medo e a esperança”, contou o carnavalesco da Escola, Lucas Milato.

“É com muita alegria e devoção, que a Unidos de Padre Miguel, desvenda o mistério e anuncia que Padre Cícero Romão Batista é o Redentor do Sertão. Nesse dia especial em que Padre Cícero completa 179 anos, o presente é para a nossa Comunidade e para Nação Romeira de todo o Brasil”, revelou Edson Pereira, também carnavalesco da Unidos de Padre Miguel.

Secretária do Turismo do Ceará, Yrwana Albuquerque recebeu a notícia com bastante alegria.

“O carnaval do Rio de Janeiro é considerado o maior espetáculo a céu aberto do mundo e a história de vida do Padre Cícero está à altura desse acontecimento. Temos um movimento muito forte do turismo religioso na região, com peregrinações, romarias, festas e espetáculos de cunho sagrado ao longo de todo o ano. Dessa forma, com a exposição na Marquês da Sapucaí dessa riqueza cultural e turística, vamos fomentar a vinda de mais pessoas ao nosso Cariri, para conhecer a história dessa importante figura religiosa”, destaca.

Outros Posts