segunda-feira, 27 de maio de 2024

Operação “Caminhos Seguros” de combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes resulta em mais de 80 prisões no Ceará

Com objetivo de prevenir e reprimir o abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará (SSPDS-CE) realiza, de 02 de maio até esta quinta-feira (18), a Operação Caminhos Seguros, que resultou em 80 prisões até às 16 horas de hoje. A ação, que acontece em todo o Brasil, é coordenada pela SSPDS, no Ceará, por meio da sua Coordenadoria de Planejamento Operacional (Copol) e dos seus órgãos vinculados – Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE), Polícia MIlitar do Ceará (PMCE) e Corpo de Bombeiros Militar do Ceará (CBMCE). Também atuam na operação a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e parceiros, como prefeituras e conselhos tutelares.

A ofensiva é coordenada, em âmbito nacional, pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), em parceria com o Ministério dos Direitos Humanos e Cidadania (MDHC). Desde o dia 2 de maio, em todo o Ceará, foram realizadas mais de 10 mil abordagens e mais de 4,1 mil veículos foram fiscalizados. Além disso, mais de 6,1 mil pessoas foram alcançadas pelas palestras nas ações educativas realizadas em instituições de ensino. As ações resultaram nas capturas de mais de 80 suspeitos, até as 16 horas desta quinta-feira, dia 18, durante as ações realizadas pelas Forças de Segurança do Estado. Já a Polícia Rodoviária Federal (PRF) atuou em mais de 220 procedimentos de fiscalização de veículos e pessoas, além de ter fiscalizado 24 locais e alcançado mais de 250 pessoas em ações de conscientização.

O secretário da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará, Samuel Elânio, comentou os resultados da operação. “As prisões são fruto do trabalho integrado das Forças de Segurança Pública do Estado do Ceará. Outras capturas ainda podem acontecer até a finalização da operação. Ao mesmo tempo, também foram realizadas palestras em escolas, nas quais aproximadamente seis mil pessoas estiveram presentes. Essas palestras também resultaram em prisões e isso tem sido bastante proveitoso. Nós vamos seguir atuando nessa parceria entre as forças de segurança, sejam estaduais, sejam federais, ou municipais”, afirmou o secretário.

O gestor da Coordenadoria Integrada de Planejamento Operacional (Copol/SSPDS), Harley Filho, detalhou as ações. “Nós trabalhamos em três vertentes. A primeira, em ações preventivas em estabelecimentos, postos de combustíveis e outros, evitando esses crimes. Também fizemos ações repressivas, com os mandados e flagrantes nos casos identificados. Por fim, tivemos as ações educativas, com as palestras. O intuito é reverberar o que é crime. Infelizmente, ao final de algumas palestras, a vítima nos procura e reconhece o crime. A partir disso, é dado o atendimento, não só psicológico, mas através da investigação”, comentou o diretor.

Estiveram presentes na coletiva, o secretário da SSPDS, Samuel Elânio; o diretor da Copol/SSPDS, Harley Filho; o coronel comandante-geral da PMCE, Klênio Savyo; o coronel comandante-geral do CBMCE, Cláudio Barreto; a diretora do Departamento de Proteção aos Grupos Vulneráveis (DPGV) da Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE), delegada Janaína Silveira Braga; e o agente da PRF, João Paulo de Araújo Alencar.

Além da Capital, foram realizadas capturas em municípios como Abaiara (Área Integrada de Segurança 19 – AIS 19), Acaraú (AIS 14), Aracati (AIS 18), Aracoiaba (AIS 15), Barbalha (AIS 19), Barreira (AIS 15), Barro (AIS 19), Camocim (AIS 14), Canindé (AIS 15), Cascavel (AIS 13), Caucaia (AIS 11), Chorozinho (AIS 25), Crateús (AIS 16), Cruz (AIS 17), Fortim (AIS 18), Horizonte (AIS 25), Ibiapina (AIS 14), Iguatu (AIS 21), Ipaumirim (AIS 21), Itarema (AIS 17), Jucás (AIS 21), Lavras da Mangabeira (AIS 21), Maracanaú (AIS 12), Maranguape (AIS 24), Missão Velha (AIS 19), Morada Nova (AIS 20), Nova Olinda (AIS 19), Novo Oriente (AIS 16), Ocara (AIS 15), Paraipaba (AIS 23), Quixadá (AIS 20), São Benedito (AIS 14), Sobral (AIS 14), Tamboril (AIS 16), Tianguá (AIS 14), Trairi (AIS 23) e Tururu (AIS 17).

Prisões

Entre as prisões realizadas, nessa quarta-feira (17), a Polícia Civil capturou um homem de 50 anos, suspeito de estupro de vulnerável em Caucaia. A investigação teve início após a enteada do suspeito tomar conhecimento do caso. Na última sexta-feira (12), dois homens já haviam sido presos em uma outra ação na Capital, condenados por crimes de estupro de vulnerável. As capturas foram realizadas nos bairros Parangaba e Vila Velha. Outros quatro suspeitos foram presos em ações realizadas pela PC-CE e a Polícia Civil do Pará (PCPA), na última quarta-feira (10). Os quatros homens são suspeitos de estupro contra familiares. As capturas ocorreram, nos dias 9 e 10, nos municípios de Maracanaú, Fortim e Jucás, e no estado do Pará. Já no início do mês, a Polícia Militar do Ceará (PMCE) capturou dois homens envolvidos em crimes de importunação sexual e estupro de vulnerável. As prisões aconteceram em Camocim e Sobral.

Outros Posts