terça-feira, 18 de junho de 2024

‘Nunca vivenciei como gestor um momento tão difícil e terrível’ declara Ricardo Ness, reitor da UFCA

Durante a manhã de hoje (8), o reitor da Universidade Federal do Cariri, Ricardo Luiz Lange Ness, explicou a situação da universidade em um vídeo publicado no Instagram. Falou sobre sua experiência de 16 anos em gestão, 9 deles na UFCA, e que passou pelos governos Lula, Dilma, Temer e Bolsonaro durante esse tempo. Sobre os cortes, relatou que, no fim desses quatro anos difíceis, o governo os “castigou” com um bloqueio financeiro inédito para todo o mês de dezembro, informado de surpresa pelo Ministério da Educação.

“Nunca, mas nunca mesmo, vivenciei como gestor um momento tão difícil. Difícil e terrível.” Disse Ricardo, que continuou criticando os cortes sofridos pelas universidades brasileiras. “Nos últimos 4 anos, o sistema federal de ensino superior conviveu com sucessivos cortes e bloqueios orçamentários, o que impediu de devolver esse investimento para os seus estudantes e para a sociedade com oferta de serviços de uma formação com a qualidade e a excelência almejados. (…) Durante o atual governo, portanto, as universidades federais vêm, com tremenda resiliência, apenas sobrevivendo.”

De maneira simples, Ricardo Ness expôs que o governo se nega a repassar dinheiro para que a UFCA pague as suas despesas assumidas e previamente autorizadas pelo governo federal. Como parte mais grave e dolorosa, Ness aponta os auxílios e bolsas oferecidos aos estudantes, também afetados diretamente pelos cortes. “Registro aqui minha sensibilidade e solidariedade aos nossos discentes” disse Ness.

A UFCA se mobilizará junto a Associação dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior, a Andifes, ao Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional Científica e Tecnológica, o Conif, a União Nacional dos Estudantes, UNE, a Associação Nacional de Pós-Graduandos, ANPG, além de sindicatos e demais associações de classe. Também foram contatados os membros da Bancada cearense do Congresso Nacional, solicitando apoio a luta da UFCA.

“O que o governo impôs às universidades tem fundamento mais político do que econômico, assim, é com a política que deve ser combatido.” declarou o reitor.

Ness finalizou o vídeo convidando o movimento estudantil a se mobilizar contra o descaso do governo federal com a educação, para que juntos possam pressionar as instâncias competentes pelo pagamento imediato da bolsas e dos auxílios. A gestão superior da UFCA se dispôs a atualizar a população sempre que necessário, acerca do atual bloqueio.

 

 

 

Outros Posts