segunda-feira, 22 de julho de 2024

Nova ferramenta da Funceme passa a prever ondas de calor no Ceará

A Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) lançou, na quarta-feira (20), um novo produto científico que passa a prever ondas no Estado. Ela vai mostrar as áreas do Ceará onde são previstas os maiores picos de temperatura.

O produto de previsão de onda de calor, que ainda está em processo de operacionalização, é baseado nos valores de Temperatura Máxima do Ar. A Funceme explica que serão mostradas áreas com valores acima da média climatológica por um período mínimo de 3 a 5 dias. Após identificar as áreas, é realizada a média da temperatura máxima para cada dia de previsão sobre o Estado do Ceará, esta que será definida como Parâmetro de Intensidade Diário (PID).

A previsão da onda de calor é realizada diariamente por meio do modelo Global Forecast System (GFS), sendo válida por 6 dias. Uma análise feita pela Funceme já pelo novo produto mostra que para os próximos 3 dias há uma tendência de aumento das temperaturas máximas no Ceará, especialmente, na parte oeste do Estado.

Cenário atual

Nos últimos dias, devido a formação de uma extensa área de alta pressão cobrindo o Brasil, uma onda de calor foi prevista, principalmente, para as regiões Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste, impactando no aumento das temperaturas máximas. A Funceme explica que essa área de pressão mais elevada ocorre nos altos níveis da atmosfera e provoca um movimento descendente do ar (subsidência) causando uma compressão da coluna atmosférica, consequentemente, aquecendo o ar. A tendência é que essa área de alta pressão permaneça pelos próximos dias, assim, proporcionando valores mais extremos.

Ceará

Vale lembrar que, no Ceará, principalmente nos meses de setembro, outubro e novembro (período chamdo de Br-O-Bró), as temperaturas máximas, registradas são historicamente mais altas, sendo estas concentradas pela tarde. As características desse período são de menos nuvens, tornando a incidência da radiação solar mais direta, com maiores picos de temperatura em outubro. De acordo com os dados, entre os dias 1 e 18 de setembro de 2023, a temperatura máxima média no Estado ficou variando entre 30º e 39º, de 2 a 5 graus acima dos valores climatológicos do período na macrorregião do Sertão Central e Inhamuns e, principalmente, na região do Maciço de Baturité.

Outros Posts