domingo, 03 de março de 2024

No primeiro semestre de 2023, Corpo de Bombeiros resgatou 436 pessoas de diversos riscos

No primeiro semestre de 2023, Corpo de Bombeiros resgatou 436 pessoas de diversas situações de risco, em todo o Estado do Ceará.

Sobretudo, nos seis primeiros meses do ano, o Corpo de Bombeiros Militar do Ceará resgatou 111 pessoas com lesão e 325 sem lesão. Ou seja, o número, em relação a 2022, é levemente superior, quando se resgatou 117 pessoas com lesão e 308 sem lesão. Ainda assim, os resgates de 2021 somaram 41 resgates com lesão e 150 sem lesão.

Busca e Resgate Com Lesão 

A princípio, nesta terça-feira, 18 de julho, o Corpo de Bombeiros resgatou um adolescente de 14 anos de idade que caiu em um buraco com 7 metros de profundidade, em Sobral, na Área Integrada de Segurança 14 (AIS 14).

De acordo com o subtenente Cleumarcio Roque Xavier de Sousa, “o adolescente teve a perna liberada, sendo imobilizado em uma prancha longa que seguiu pelos banzos da escada prolongável estendida até retirarmos do buraco”, esclareceu o comandante do socorro.

Como também, o acidente ocorreu na Rua Manoel Marinho Andrade, no Bairro Alto do Cristo, em Sobral. Bem como, populares informaram que o adolescente estava tentando resgatar uma bola de futebol, quando se desequilibrou e caiu no buraco de uma obra.

Além disso, “o resgate durou cerca de 10 minutos, considerando a descida, a imobilização e a retirada da vítima”, disse o subtenente.

Contudo, após o resgate, este seguiu na ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), com escoriações leves, para avaliação intra hospitalar.

Busca e Resgate Sem Lesão 

A princípio, os bombeiros militares de Tauá resgataram dois irmãos, de 35 e 51 anos, no serrote Quinamuiú, em Tauá. Área Integrada de Segurança 22 (AIS 22). Ainda assim, o resgate ocorreu, por volta das 6h40 da manhã deste domingo, 16 de julho, sendo concluído com sucesso por volta das 11h27.

Contudo, os irmãos receberam capacetes e um cinto paraquedista e receberam a descida por cabo guia mas lenta mas com maior segurança. Assim, apesar do susto, os irmãos nada sofreram.

De acordo com o subtenente Paulo César, “os irmãos fizeram uma caminhada até o topo do serrote, mas não conseguiram descer por conta própria e ligaram para o número 193”, informou o comandante do socorro. Ainda assim, um dos irmãos reside em Tauá e o outro é turista de Goiás.

Contudo informaram que passaram horas até conseguirem acionar o Corpo de Bombeiros, pois o local não dava sinal de área no celular. Do mesmo modo, pelo celular, os irmãos receberam orientações de como proceder, de modo a acalmar os mesmos e que permanecessem no local até a chegada do resgate.

Além disso, o local é de difícil acesso, com muitos penhascos e terreno irregular com trilhas inclinadas, com terreno íngreme sem pontos de apoio, pedras soltas e muitos obstáculos ao redor.

Outros Posts