terça-feira, 21 de maio de 2024

Juazeiro do Norte: NEPIR discute criação de canais para denúncias de casos de racismo

Para melhor articular o combate ao racismo no município de Juazeiro, o Núcleo de Educação para Promoção e Igualdade Racial – NEPIR está promovendo a criação de canais de denúncias para estes casos. Em breve, esses canais serão liberados.

A vítima também poderá receber acolhimento psicológico do NEPIR e o devido encaminhamento. A gerente do Núcleo, Stephanie Matos, disse ser possível colocar em prática a política antirracista, que se baseia no estatuto da igualdade racial e na lei de combate ao racismo. “Portanto, é possível dar o devido acolhimento à vítima”, destaca.

Os casos que estiverem no fluxo de denúncias também passarão para outros equipamentos socioassistenciais da Secretaria de Desenvolvimento Social e Trabalho – SEDEST, como o CREAS, os CRAS, e, se necessário, para órgãos da justiça, como o Ministério Público e o Núcleo de Práticas Jurídicas.

Ao mesmo tempo, existe um planejamento de Educação Permanente para a Guarda Municipal, com o apoio da Secretaria Executiva de Segurança Pública, que pode ser expandido para a Polícia Civil, Polícia Militar e ao Judiciário.

Em reunião, na última sexta-feira, sobre o assunto, estiveram presentes também representantes da CIOPS, da Ouvidoria da Prefeitura, do Centro de Referência Especializado da Assistência Social – CREAS, Atenção Básica de Saúde e COMIRA. Também participaram a Casa da Mulher Cearense, o Ministério Público, Promotoria, COPIR/OAB/CE, GRUNEC, e estagiárias graduandas em Psicologia, da UNILEÃO.

Outros Posts