terça-feira, 05 de março de 2024

Juazeiro do Norte divulga nova estratégia de intensificação da vacinação contra a COVID-19

O município de Juazeiro do Norte, através da Secretaria de Saúde, divulga Nota Técnica do Ministério da Saúde sobre a nova estratégia de intensificação da vacinação contra a COVID-19 em 2023. As novas orientações indicam que:

– Todas as crianças entre 5 e 11 anos de idade, incluindo imunocomprometidos e com comorbidades, que receberam o esquema primário (primeira e segunda dose) com a vacina Pfizer Pediátrica ou Coronavac, poderão receber uma dose de reforço da vacina com o intervalo mínimo de 4 meses, após a segunda dose;

– Crianças de 6 meses a 4 anos, que já iniciaram o esquema com a vacina Pfizer Baby, devem completar o esquema primário básico de três doses com a mesma vacina, num intervalo de 4 semanas entre a primeira e a segunda dose; e de 8 semanas entre a segunda e a terceira dose;

– Para as crianças que iniciarão o esquema vacinal na faixa etária de 6 meses a 4 anos, será administrada a vacina Pfizer Baby, com intervalo de 4 semanas entre a segunda e a terceira dose.

É importante destacar que no esquema primário de vacinação deve ser utilizada a mesma vacina. Já as crianças que completarão o esquema vacinal com 5 anos de idade, deverão utilizar a vacina Pfizer licenciada para a faixa etária de 5 a 11 anos.

– Para crianças de 3 e 4 anos, que iniciaram o esquema vacinal com a vacina Coronavac, deve ser completado o esquema primário de duas doses com esta vacina, considerando o intervalo mínimo entre a primeira e segunda dose de 4 semanas, seguido por uma dose de reforço, preferencialmente a vacina Pfizer Baby. O intervalo mínimo entre a segunda dose e a dose de reforço é de 4 meses. A vacina Coronavac poderá ser utilizada como dose de reforço nesta faixa etária, caso a vacina Pfizer não esteja disponível no momento da vacinação.

Município irá receber 2.410 doses da Pfizer Baby

O município irá receber 2.410 doses da Pfizer Baby, para crianças de 6 meses a 4 anos de idade, dando continuidade à vacinação nesse público-alvo. Também será dado prosseguimento à aplicação das primeira e segunda doses para crianças de 5 a 11 anos. Havera, ainda, o início da dose de reforço. A Secretaria de Saúde destaca, também, que as crianças de 3 e 4 anos de idade, que iniciaram o esquema com a vacina Coronavac, terão a dose de reforço 4 meses após a segunda dose.

Outros Posts