terça-feira, 18 de junho de 2024

Guarda-vidas do CBMCE já salvaram 396 vidas de afogamentos em 2023

Os guarda-vidas do Coo de Bombeiros Militar do Ceará (CBMCE) salvaram 396 vidas de afogamentos entre os meses de janeiro e setembro de 2023. O balanço ainda demonstra que 80% dos salvamentos ocorreram na Praia do Futuro, na Área Integrada de Segurança 10 (AIS 10) de Fortaleza.

As outras áreas que ensejam uma maior preocupação dos guarda-vidas do CBMCE são o litoral da Caucaia, na Área Integrada de Segurança 11 (AIS 11) do Estado, que responde por 9% dos resgates realizados neste ano; Jericoacoara (AIS 17), com 6% dos resgates; e Aracati (AIS 18), 5%. “Sobretudo, acreditamos que o conjunto de ações preventivas de combate aos afogamentos impactaram nesta redução”, divulga a corporação.

Salvamento aquático

O CBMCE orienta os banhistas a tomarem banho próximo aos postos de guarda-vidas sinalizados nas praias, bem como se informarem se a área é própria para a atividade. Caso o banhista perceba que entrou em uma área de correnteza, e não conseguir sair dela, a vítima deve buscar manter a calma e pedir socorro.

Caso você não possua treinamento em salvamento aquático, jamais entre na água para salvar uma vítima. Ao se deparar com uma situação de afogamento, ligue 193 imediatamente. A ligação é gratuita e o serviço funciona 24 horas por dia e 7 dias por semana.

Atenção redobrada

Na praia, o CBMCE alerta que os cuidados devem ser redobrados com as crianças. Os pais ou responsáveis não devem perdê-los de vista. As correntes de retorno são as principais causadoras de afogamentos no mar e aparecem em locais rasos. A tranquilidade das águas escuras, com pouca ou nenhuma onda, são capazes de enganar facilmente.

Além disso, todas as orientações válidas para os adultos também se aplicam a elas, com um acréscimo importante: a supervisão de um responsável deve ser permanente e a uma distância máxima de um braço do responsável.

Outros Posts