sexta-feira, 19 de julho de 2024

Final de ano no azul: saiba como equilibrar as contas e se planejar para o 13º salário de forma consciente

Com o fim do ano próximo, muitas pessoas começam a se planejar para o recebimento do tão aguardado 13º salário. Segundo pesquisa realizada pela Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL), a porcentagem de brasileiros com planos de economizar ou investir com o 13º caiu de 34,2%, no ano passado, para 28,7% em 2022. O levantamento mostra, ainda, que 21,9% das pessoas pretendem gastar esse dinheiro nas comemorações de Natal e Ano Novo, enquanto apenas e 16,6% pensam em quitar dívidas em atraso.

A chegada desse dinheiro é uma excelente chance para colocar as finanças em dia. Também pode ser a chance de realizar um sonho ou até mesmo planejar a vida financeira para 2023. Mas como equilibrar as contas, gastar e quitar dívidas?

Pague o que deve

Quitar ou negociar dívidas em atraso, como cheque especial, parcelamento no cartão de crédito e outras despesas, deve ser prioridade; afinal, quanto maior o atraso, maiores são os juros. Se puder, antecipe pagamentos que possam trazer boa vantagem financeira, como a redução de juros, comum em pagamentos parcelados. As contas do dia a dia, que já estão previstas no orçamento, devem ser mantidas no planejamento mensal de gastos para não perder o controle. Dessa forma, é possível investir ou guardar o que sobrar de forma mais estratégica e já começar o ano positivo.

Poupe dinheiro para despesas do início de ano

O início do ano costuma ser dispendioso. Todas as contas chegam juntas, como as faturas das Festas de Natal e Réveillon, impostos e seguros diversos. Para quem tem filhos, o ano escolar também bate na porta e exige preparação, material escolar, uniforme, matrícula e outros custos. O ideal é guardar uma parte do 13º para essas despesas extras, que não são surpresa. Para economizar mais ainda, considere fazer pagamentos à vista para conseguir descontos e não se atrapalhar nos meses seguintes.

Planejamento e organização financeira

Para ter uma visão completa da entrada e saída de dinheiro, quais são os principais gastos e qual será o saldo para começar o próximo mês, é importante separar e organizar todas as contas. Vale separar contas fixas, como aluguel, condomínio, mensalidades de escola/faculdade, água, energia e celular, dos gastos sazonais, como material escolar, datas comemorativas, presentes, entre outros. Utilize uma planilha ou um aplicativo de controle financeiro para organizar os gastos. O importante é manter a planilha ou app visível, para integrá-lo à sua rotina e não esquecer de atualizar com mais facilidade.

Outros Posts