sábado, 20 de julho de 2024

Departamento de Homicídios da PC-CE capturou 655 pessoas envolvidas em crimes contra a vida em 2022

As ações ininterruptas do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), departamento especializado da Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE), resultaram, em 2022, na captura de 655 pessoas envolvidas com homicídios na capital cearense. Os alvos, em sua maioria, estavam com mandados de prisão preventiva e temporária em aberto, bem como foram capturados em flagrante delito.

Além do aumento de 23,35% comparados ao mesmo período do ano de 2021, quando 531 pessoas foram retiradas de circulação nos 12 meses do ano, os números apresentam, ainda, que a maioria das capturas, em 2022, ocorreu em bairros pertencentes à Área Integrada de Segurança 3 (AIS 3) de Fortaleza, como Messejana e regiões circunvizinhas. Outro número apresentado pelo DHPP é a quantidade de armas de fogo encontradas durante as ofensivas, quando 98 armas foram apreendidas.

O delegado e diretor do DHPP, no ano de 2022, Harley Filho, comenta sobre os índices apresentados: “os números apresentados, hoje, nada mais são do que o resultado dos esforços dos policiais civis em capturar esses indivíduos, bem como elucidar os crimes de homicídios. O nosso objetivo de fato, é diminuir os índices de Crimes Letais e Intencionais (CVLI), bem como identificar e prender todos os envolvidos em crimes contra a vida. Destaco também que o reforço de quase 100 novos policiais civis, que foram cedidos para o DHPP, foram essenciais para elucidação de casos e a agilidade nos processos”, disse ele.

Outros índices

No último ano, o DHPP tem apresentado outros números positivos, entre eles, a quantidade de inquéritos policiais concluídos e relatados com autoria. No ano de 2022, foram 346 inquéritos policiais de crimes de homicídios concluídos, já em 2021, foram 216, um aumento de 60,19%. Ainda em 2022, foram 271 mandados de buscas e apreensão cumpridos.

Outros Posts