sexta-feira, 23 de fevereiro de 2024

Crato participa do Curso de Formação dos Operadores da Rede de Enfrentamento ao Trabalho Escravo da SPS

Com o objetivo em tentar quebrar o ciclo da escravidão e evitar a reincidência de um trabalhador resgatado em condições análogas à escravidão, a Secretaria de Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS), por meio da Coordenadoria de Políticas Públicas dos Direitos Humanos, em parceria com o Ministério Público do Trabalho e a Comissão Estadual para Erradicação do Trabalho Escravo no Ceará (Coetrae/CE), realizou o Curso de Formação dos Operadores da Rede de Enfrentamento ao Trabalho Escravo, este destinado aos profissionais de políticas públicas municipais.

O referido curso foi realizado em quatro módulos, sendo os três primeiros no formato on-line, e o último de forma presencial, que aconteceu na segunda-feira, 05, na Prefeitura do Crato. Durante os módulos, os profissionais trataram a temática em diversas vertentes, entre elas, o conceito de trabalho escravo contemporâneo; atuação da fiscalização do trabalho e do MPT/CE; o SUAS e o atendimento às vítimas do trabalho escravo; fluxos de atendimento; e a construção da rede de atendimento local e ponto focal da política.

No módulo presencial, foram exibidos um ensaio fotográfico sobre a temática e o filme “Pureza”, que mostra a história de uma mulher que acaba testemunhando o tratamento brutal de trabalhadores rurais escravizados. Na ocasião, foi realizada oficina que tratou sobre a questão dos direitos humanos.

Participaram profissionais de diversos municípios, entre eles, Crato, Juazeiro do Norte, Barbalha e Lavras da Mangabeira. O módulo foi ministrado pela Secretária Executiva da Coetrae/CE, Luciana Rabelo; pela Procuradora do MPT/CE, Ana Valéria; e pela Coordenadora Especial de Direitos Humanos e Movimentos Sociais, Otonite Cortez.

Outros Posts