segunda-feira, 20 de maio de 2024

Crato participa de busca ativa e “Dia S” de combate ao sarampo

Nesta quinta-feira, 14, o município do Crato participou do Dia S de Combate ao sarampo. O objetivo é reforçar as ações contra a doença, com o levantamento de informação nas Unidades de Saúde, bem como pela Secretaria Municipal de Saúde, por meio do setor da Vigilância Epidemiológica.

O Dia S faz parte de uma ação maior, coordenada pelo Ministério da Saúde, que é a busca ativa para identificar a ocorrência de casos suspeitos de sarampo ou rubéola que não acessaram o sistema de saúde ou que não foram detectados pelo sistema integrado de vigilância do sarampo e rubéola; e acontece em todo o país de 14 a 24 de março.

A ação consiste buscar casos suspeitos com sintomas em prontuários clínicos e fichas de atendimento em serviços de saúde (público e privado) e do Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen), nos últimos 30 dias. Os principais sintomas para a notificação do sarampo são febre e manchas avermelhadas, assim como tosse, coriza e conjuntivite.

Participam da busca ativa trabalhadores(as) e gestores(as) da rede de Atenção Primária, de Atenção especializada, de Vigilância e das demais áreas que possam estar envolvidas na manutenção da eliminação do sarampo e da rubéola no Brasil.

Casos no Ceará

De acordo com a Secretaria de Saúde do Ceará, as últimas três notificações de sarampo no estado foram confirmadas em 2021. Em 2023, foram notificados 32 casos suspeitos e permanece sem confirmação de casos de sarampo. Em 2024, foram notificados dois casos suspeitos, descartados por exames laboratoriais.

Prevenção e imunização

O sarampo é uma doença infecciosa aguda grave viral, transmitida pela saliva, através da fala, da tosse e do espirro. A vacinação é a forma mais efetiva de prevenção. A população de um a 29 anos deve receber duas doses do imunizante, sendo a primeira com a tríplice viral aos 12 meses e a segunda, aos 15 meses com a tetraviral ou tríplice viral + varicela. Já quem tem entre 30 e 59 anos, deve se imunizar com uma dose da vacina tríplice viral, se não vacinado anteriormente.

Outros Posts