terça-feira, 28 de maio de 2024

Crato: FICCO prende suspeito de integrar organização criminosa especializada em roubo a banco

A Força-Tarefa de Segurança Pública do Ceará – FICCO – deflagrou, na manhã desta terça-feira (18), a operação “Ave Uiraçu”, na cidade de Crato. Na ocasião, mandados de busca e apreensão e de prisão preventiva expedidos pela Vara de Delitos de Organização Criminosa do Ceará foram cumpridos. Um homem, de 37 anos, que já responde por roubo a agência do Banco do Brasil de São Gonçalo do Amarante, no ano de 2014, foi preso. Durante a ofensiva, além da subtração de grande quantia de valores presente na instituição bancária, foram apreendidos com os suspeitos do delito uma metralhadora e dois fuzis.

O preso é investigado também por pertencer a uma organização criminosa especializada em roubos a banco, também suspeito da prática de outros delitos de igual natureza nas cidades de Mombaça/CE, Maracanaú/CE e Chorozinho/CE. As investigações produzidas revelaram que o grupo criminoso utilizava armamentos típicos de cenário de guerra, com a utilização de munições de grosso calibre.

O indivíduo estava foragido desde julho de 2018, e utilizava identidade falsa para manter vida discreta na região do Cariri. No momento da ação policial, o foragido se escondeu em um fundo falso de um armário de um imóvel, onde foi localizado. Os crimes investigados possuem penas máximas que somadas ultrapassam 21 anos de prisão.

As ações policiais desencadeadas na FICCO são produtos da cooperação interagências, com foco na inteligência de segurança pública, e contaram com a participação do Batalhão Especializado em Policiamento do Interior (BEPI) e da Delegacia da Polícia Federal do Juazeiro do Norte.

Força-Tarefa de Segurança Pública – FICCO

A Força-tarefa de Combate ao Crime Organizado no Estado do Ceará – FICCO – é composta pela Polícia Federal (PF), Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS-CE), Polícia Militar do Ceará (PMCE), Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Secretaria Nacional de Políticas Penais (SENAPPEN), Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização do Estado do Ceará (SAP) e Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp).

Outros Posts