terça-feira, 05 de março de 2024

Corpo de Bombeiros apagou 404 incêndios em vegetação em 2023

O Corpo de Bombeiros Militar do Ceará apagou 404 incêndios em vegetação, neste ano de 2023, em todas as Áreas Integradas de Segurança do Ceará. Estes números representam um aumento de 220% ao serem comparados com os cinco primeiros meses do ano de 2022. O salto é de 184 para 404 incêndios em vegetação.

Em síntese, durante o ano de 2022, o CBMCE apagou 5.214 incêndios em vegetação em todo o território estadual. O balanço de 2022 é menor do que os anos de 2021, 2020 e 2019, quando a corporação apagou, respectivamente, 6.751, 7.125 e 6.097 incêndios em vegetação.

Mais um incêndio em vegetação?

Por volta das 16h45 dessa quarta-feira (14), a 1ª Companhia do 3º Batalhão apagou um incêndio em vegetação na Rua Campo Grande, no bairro Dom Expedito, em Sobral. A Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) de Sobral acionou os bombeiros militares de Sobral que apagaram o incêndio com cerca de 200 litros de água. A solução rápida se deve à população que, ao ver o incêndio em sua fase inicial, informou a Ciops por meio do número 193. Esta, imediatamente, acionou os bombeiros.

De acordo com o tenente coronel Francisco Roberto Maciel de Moraes, “nossos bombeiros atuaram de forma ágil e eficiente no combate ao incêndio, evitando que as chamas se alastrassem e colocassem em risco a segurança da comunidade local. o tempo resposta e a quantidade de água utilizada demonstram esta efetividade”, enfatizou o comandante da 1ª Companhia do 3º Batalhão de Bombeiros Militar, com sede em Sobral.

Prevenção

1. Não queime lixo ou resíduos a céu aberto: evite queimar qualquer tipo de material em áreas abertas, especialmente em terrenos baldios. O fogo pode se alastrar rapidamente e causar incêndios de grandes proporções.

2. Mantenha a vegetação próxima às residências limpa e organizada: realize a poda adequada de árvores e arbustos, removendo galhos secos e folhas acumuladas. Essa medida ajuda a evitar a propagação do fogo em caso de incêndios.

3. Informe imediatamente o Corpo de Bombeiros Militar em caso de focos de incêndio: se avistar qualquer foco de incêndio em vegetação, mesmo que aparentemente pequeno, entre em contato imediatamente com o Corpo de Bombeiros por meio do número de emergência 193. O acionamento rápido pode evitar que o fogo se alastre e cause danos maiores. A ligação é gratuita e o serviço funciona 24 horas por dia, sete dias por semana.

Focos de incêndio e a ação criminosa do ser humano

Ou seja, precisamos reduzir os impactos da ação humana nestes casos. Atear fogo em vegetação é crime federal. No Brasil, o incêndio em vegetação é considerado um crime ambiental. A legislação brasileira estabelece penalidades para aqueles que provocam incêndios em áreas naturais de forma intencional ou negligente.

A principal lei que aborda essa questão é a Lei nº 9.605/1998, conhecida como Lei de Crimes Ambientais. De acordo com essa lei, no seu artigo 41, é crime “provocar incêndio em mata ou floresta” com as seguintes penalidades:

– Detenção de dois a quatro anos, e multa, quando o incêndio ocorre em área rural.
– Reclusão de dois a seis anos, e multa, quando o incêndio ocorre em área urbana.

Essas penalidades podem ser agravadas, caso o incêndio cause danos significativos à flora, à fauna ou a recursos hídricos, ou ainda se colocar em risco a saúde humana.

Além da Lei de Crimes Ambientais, existem outras legislações que podem ser aplicadas, como o Código Florestal (Lei nº 12.651/2012) e regulamentações estaduais e municipais, que também tratam do tema e estabelecem medidas de prevenção e combate a incêndios florestais.

Disque Denúncia

Toda vez que tiver informações que possam levar a polícia até os criminosos e prendê-los. Ligue 181.

Outros Posts