quarta-feira, 29 de maio de 2024

Comunidade trans do Crato dialoga com gestão municipal pelo Dia Nacional da Visibilidade Trans, ocorrido dia 29

Um momento de diálogo. O Café Com o Prefeito reuniu, na última sexta-feira, 27, representantes da comunidade LGBTQIA+, no Gabinete da Prefeitura Municipal. Na ocasião, o público foi recebido pelo prefeito em exercício, André Barreto, em que alguns temas foram abordados como segurança, saúde, inclusão e empregabilidade.

A Gestão Municipal do Crato através da Assessoria Especial de Políticas Públicas para a população LGBT, vem avançando na implementação de políticas públicas de forma efetiva. “A inclusão se faz necessária, o respeito e a segurança também, estamos aqui hoje participando de um momento histórico. Aqui no Crato é a primeira vez que uma gestão municipal nos ouve e nos atende dessa maneira”, afirmou o assessor de Políticas Públicas voltadas para a População LGBT, André Lacerda.

A secretária de Saúde do município, Marina Feitosa, se colocou a disposição em referência à assistência especializada que a comunidade LGBTQIA+ necessita, e deixou claro que a secretaria está atenta, buscando cada vez mais subsídios que possam atender a esse público da melhor forma.

As representantes da comunidade explicitaram questões pessoais e de modo geral, denotando questões mais urgentes perante à sociedade atual. Também agradeceram o momento de acolhida e escuta tão imprescindível em suas vivências.

“Não podemos encarar essas pessoas que não tem uma compreensão acerca das diferenças como inimigas, mas como seres humanos que devem ser mudadas. Hoje, estamos aqui, poder público e Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), para dizer que a mudança contra o preconceito só vem com inclusão também no mercado de trabalho”, disse o prefeito em exercício, André Barreto.

O Café foi servido, já celebrando o Dia Nacional da Visibilidade Trans, comemorado dia 29 de janeiro. A Gestão Municipal do Crato acredita que é preciso enxergar a necessidade da construção e existência de Políticas Públicas direcionadas a determinados grupos populacionais discriminados sócio-político-economicamente, explorando de forma efetiva os termos: Visibilidade, Vulnerabilidade e Representatividade.

Tembém presentes na reunião a vereadora Mariângela Bandeira, o presidente da CDL Crato, Laércio Teles, e o ex-presidente, José Lobo, a assessora Otonite Cortez e a participação on-line de Samira Marques, coordenadora do Centro Estadual de Referência LGBT+.

Outros Posts