segunda-feira, 20 de maio de 2024

Ceará mantém tendência de crescimento e gera mais 3,4 mil novos empregos em maio

Mantendo a tendência de crescimento, o Ceará registra, pelo quarto mês consecutivo, um saldo positivo na geração de postos de trabalho. O estado foi responsável pela criação de 3.435 novos empregos, sendo o segundo maior resultado do Nordeste, atrás somente da Bahia (9.428).

Os números são do Cadastro-Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego, divulgados nesta quinta-feira (29). O desempenho do estado foi proveniente da relação entre o número de contratações com carteira assinada (46.216), que superou o de demissões (42.781).

Quanto ao salário médio de admissão, o Ceará se destaca como o maior do Nordeste, com o salário de R$ 1.805,06, seguido da Bahia (R$ 1.782,64) e Maranhão (R$1.774,81). O resultado também está acima da média da região, que ficou em R$ 1.732,39.

“Comemoramos os resultados conquistados, quando alcançamos um acumulado de mais de 14 mil novos postos de trabalho do ano para os cearenses. Isso demonstra que o estado mantém sua economia forte, com investimentos públicos e privados, que permitem a expansão gradativa da empregabilidade, especialmente da população jovem, de 18 a 24 anos, que conquistou a maior parte das ocupações neste mês,” analisa o secretário do Trabalho, Vladyson Viana.

Os bons números são provenientes, principalmente, do setor de serviços (2.060), seguido da construção civil, que respondeu pela contratação de 1.351 novos empregos. Em menor proporção, também registraram saldos positivos, os setores da agropecuária (199) e o comércio (69).

Para o presidente do Instituto de Desenvolvimento do Trabalho (IDT), Raimundo Ângelo, “é importante destacar a relevante participação do setor da construção civil para período, que foi o segundo maior contratante, bem como a participação das pessoas com ensino médio completo, que responderam pela maior parte das contrações para o período”.

O nível do emprego formal atingiu o total de 1.255.255 empregos com carteira assinada, no Ceará. Considerando os municípios cearenses, além da Capital, Fortaleza (2.332), também se destacam os municípios de Quixeramobim (283), Caucaia (250), Abaiara (189), Aquiraz (177), e São Gonçalo do Amarante (164).

Outros Posts