quinta-feira, 18 de julho de 2024

Ceará anuncia mais de R$ 22 milhões para tratamento de câncer

O Governo do Ceará anunciou nesta terça-feira (18) investimento de cerca de R$ 22 milhões para o tratamento de pacientes com câncer. Uma das medidas anunciadas pelo governador Elmano de Freitas, ao lado da secretária da Saúde, Tânia Mara Coelho, foi a assinatura de convênio que permitirá o repasse de R$ 10 milhões para o Instituto do Câncer do Ceará (ICC), possibilitando a realização de 2.500 atendimentos, entre consultas, exames e tratamentos.

“Realizaremos esse convênio de R$ 10 milhões com o ICC para que possamos atender cearenses que sofrem com o câncer. Além disso, vamos abrir edital para que outras prestadoras possam ampliar os serviços à população cearense, com investimento de mais R$ 12 milhões. Portanto, são R$ 22 milhões”, disse o governador, agradecendo à bancada federal pelo apoio que permitiu o investimento. “São recursos garantidos, também pelos nossos parlamentares. Obrigado pelo apoio e sensibilidade de cada um e cada uma”.

A secretária Tânia explicou o que esse investimento representa na prática: “Esse recurso permitirá ao cidadão cearense que sofre com a doença de câncer ter acesso a consultas, biópsias, quimioterapia, radioterapia, cirurgias e o que for necessário. Será para o tratamento completo dessa doença”.

Ela também destacou que em breve será aberto o serviço de oncologia no interior, começando pelo Vale do Jaguaribe.

Em maio, o Ministério da Saúde anunciou a destinação de R$ 136 milhões ao Hospital Regional do Vale do Jaguaribe (HRVJ), dos quais cerca de R$ 60 milhões são para abrir o serviço de atendimento a pacientes com câncer. A estruturação da unidade nesse setor está em andamento, com previsão de abertura do serviço ainda para o segundo semestre deste ano.

“Ainda em fevereiro fui ao Ministério da Saúde com a secretária Tânia e lá tivemos muita abertura tanto com a nossa ministra da Saúde, Nísia Trindade, quanto com o presidente Lula, que nos garantiram apoiar o estado para melhorar o serviço e tratamento de pessoas que tenham câncer. Em maio, a ministra esteve aqui e anunciou R$ 127 milhões para o tratamento do câncer no Ceará”, relatou o governador. “(O recurso) permitirá a daqui a pouco termos o tratamento no Hospital Regional do Vale do Jaguaribe, e mais R$ 107 milhões para o tratamento do câncer em Fortaleza”.

A rede estadual conta com duas unidades que realizam cirurgias oncológicas de alta complexidade e tratamento quimioterápico em Fortaleza. São elas: Hospital Geral de Fortaleza, com serviço de Hematologia; e Hospital Infantil Albert Sabin, único serviço de oncologia pediátrica na rede pública do Ceará.

Ainda na Capital, há o Instituto de Prevenção do Câncer (IPC), que realiza atendimento clínico, e a Santa Casa de Misericórdia, hospital estratégico, que recebe custeio mensal da Sesa no valor de R$ 450 mil para quatro clínicas, entre elas a oncológica. No Cariri, há também o Hospital e Maternidade São Vicente de Paulo, hospital polo que recebe custeio mensal de R$ 93 mil da Sesa para atendimento clínico em oncologia.

Sobre o ICC

O ICC é uma instituição privada e filantrópica, que realiza mais de 380 mil atendimentos por ano, com equipe médica especializada, equipes multiprofissionais, atendimento integral e visão centrada no paciente. Atualmente, a atenção oncológica é realizada principalmente pelo Hospital Haroldo Juaçaba, complexo hospitalar de referência em oncologia no país.

Outros Posts