terça-feira, 23 de abril de 2024

Capacete Elmo é um dos 12 ganhadores do Prêmio Euro de Inovação na Saúde; dispositivo concorre agora à “Iniciativa Destaque”

Fruto de parceria entre a Escola de Saúde Pública do Ceará (ESP/CE) e outras instituições públicas e privadas do Estado, o capacete de respiração assistida Elmo conquistou mais um importante reconhecimento.

Após votação on-line, a iniciativa cearense foi eleita como uma das 12 inovações tecnológicas mais relevantes da América Latina (AL). O pleito contou com a participação de médicos e integrou o cronograma de etapas do Prêmio Euro de Inovação na Saúde.

Buscando destacar projetos contribuidores para uma melhor qualidade de vida e bem-estar das pessoas, o certame teve participantes de todo o território, subdivididos nas categorias Inovação Tecnológica Aplicada à Saúde (vencida pelo Elmo); Inovação em Terapias; Inovação em Processos Relacionados à Saúde; e Inovação Social e Sustentabilidade em Saúde.

Os vencedores, nas respectivas seções, serão premiados com um recurso de 50 mil euros, cada. O valor deve ser investido no desenvolvimento de pesquisas.

Brasil, Argentina, Bolívia, Chile, Uruguai, Paraguai, Peru, Equador, México, Colômbia, Guatemala, El Salvador, Nicarágua, Panamá, Costa Rica, Honduras e República Dominicana possuíam representantes na disputa.

Iniciativa Destaque

Agora, as 12 inovações ganhadoras concorrem à categoria “Iniciativa Destaque”, que também será definida por votação para médicos da AL. O prazo para registrar a indicação do projeto escolhido seguirá até o próximo dia três de setembro, com data de divulgação do resultado a ser definida. Já o recurso destinado ao produto vencedor é de 500 mil euros.

Como votar

Médicos e médicas devem acessar o site da iniciativa e realizar um cadastro por meio da aba “fazer login”, no canto superior direito da tela. É necessário preencher um formulário com dados como país, estado e número do registro médico.

Apoio ESP/CE

Além do fomento ao desenvolvimento do capacete e dos treinamentos para manejo do equipamento, a curadoria de conteúdo e a revisão de textos para a inscrição do projeto à comissão executora do Prêmio foram feitas pela ESP/CE.

O diretor de Inovação, Ciência e Tecnologia em Saúde da autarquia, Sales Ávila, destaca que o prêmio ao dispositivo Elmo tem grande valor para a instituição.

“Isso significa que a Escola possui grande capacidade de articulação com outras instituições para uma produção colaborativa de Inovação em Saúde. É importante o incentivo de investimentos nessas áreas, pois é o caminho mais assertivo para o crescimento socioeconômico de longo prazo e sustentável”, explica.

Trajetória de Sucesso

De acordo com a equipe desenvolvedora do dispositivo cearense, liderada pelo médico pneumointensivista Marcelo Alcantara, o Elmo beneficiou mais de 40 mil pessoas em todo o Brasil durante a pandemia de covid-19, servindo, também, para o tratamento de outros tipos de doenças respiratórias.

O projeto foi abraçado pelo Governo do Ceará, por meio da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), da ESP/CE e da Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funcap). Fizeram parte, ainda, da força-tarefa a Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai/Ceará), a Universidade Federal do Ceará (UFC) e a Universidade de Fortaleza (Unifor). A inovação contou ainda com o apoio do Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar (ISGH) e da Esmaltec.

Outros Posts