domingo, 26 de maio de 2024

A greve continua: trabalhadores da limpeza pública de Juazeiro do Norte protestam pelo segundo dia

Trabalhadores de limpeza pública de Juazeiro do Norte, contratados pela empresa MM para prestar serviço à Prefeitura local, paralisaram atividades e entraram em greve desde as 5h da manhã de ontem, quinta-feira (17). Os trabalhadores chegam ao segundo dia de greve, após a empresa ter pago somente a uma parte dos profissionais os valores devidos.

Os trabalhadores e as trabalhadoras garis realizaram nova manifestação nesta sexta-feira em frente à sede da empresa, com faixas e cartazes cobrando que a empresa cumpra a convenção coletiva da categoria e coloque em dia direitos devidos, como a Participação nos Lucros e Resultados, atrasada desde agosto, e o Plano de Saúde, cuja operadora vem barrando os trabalhadores e dependentes, no momento de consultas médicas, por falta de pagamento pela empresa.

Toda a diretoria do Sindicato dos Empregados em Empresas de Asseio e Conservação, Locação e Administração de Imóveis Comerciais, Condomínios e Limpeza Pública do Estado do Ceará (Seeaconce) foi a Juazeiro do Norte, para dar apoio aos trabalhadores em manifestação. Penha Mesquita, presidente do sindicato, Josenias Gomes, diretor financeiro, e Ronaldo Araújo, representante no Cariri, estão entre os participantes que buscam negociação com os diretores da empresa MM.

“Até aqui ainda é incerto o resultado. Pagaram uma parte do pessoal da variação e uma parte do pessoal de coleta. Mas ainda falta pagar o pessoal fiscal e de administração. E entregar ao sindicato um relatório de pagamentos. Para podermos tirar dúvidas dos trabalhadores”, destaca Josenias Gomes, integrante da diretoria do Seeaconce. “Falta bastante gente receber os valores devidos, por isso a greve continua”.

“Viemos apoiar os trabalhadores e mostrar à sociedade a situação dos trabalhadores e das trabalhadoras de Juazeiro do Norte, fundamentais para a limpeza pública e para a saúde da população, assim como para manter a cidade limpa para os romeiros que a visitam”, destaca Maury Maia, integrante da diretoria do Seeaconce. “Viemos cobrar uma resposta da empresa e da Prefeitura de Juazeiro do Norte. É preciso que seja resolvida a situação desses trabalhadores”, complementa.

Imagem: Divulgação/Seeaconce

 

Outros Posts