domingo, 16 de junho de 2024

História do Mestre Espedito Seleiro vira livro infantil

Natural de Arneiroz, Sertão dos Inhamuns, Espedito Veloso de Carvalho aprendeu com o pai o ofício de seleiro e desde pequeno fazia arte. Quando seu pai faleceu, Espedito, o mais velho dos dez filhos, teve que sustentar a família. Usando as ferramentas que o pai deixou, já em Nova Olinda, passou a vender as selas que confeccionava.

O livro “Espedito Seleiro: um menino, um mestre”, de autoria de Flávia Nonato e ilustrações de Álisson Flor, será lançado hoje (16) no Centro Cultural do Banco do Nordeste (CCBN), onde está acontecendo a exposição “Sagrado Ofício” também dedicada a Seleiro.

A autora narra em versos a encantadora história do grande Mestre Espedito Seleiro. O menino que aprendeu o ofício de produzir “arte em couro” e nunca mais parou de criar seus arabescos coloridos, hoje um renomado Mestre da Cultura cearense, cuja arte ultrapassou as fronteiras do Brasil.

O evento começa as 17h no 5º andar do CCBN, na Rua São Pedro 337, centro de Juazeiro do Norte.

Outros Posts