domingo, 26 de maio de 2024

Câncer adrenal infantil: sinais podem ser confundidos com puberdade precoce

O carcinoma adrenal é um tumor que se origina no córtex da própria adrenal, camada mais superficial da glândula localizada acima dos rins, na qual se produzem alguns hormônios essenciais como cortisol, sulfato de DHEA, aldosterona, adrenalina e noradrenalina.

Não é raro acometer crianças e, geralmente, o prognóstico não é bom, porque depende muito do tipo de câncer, que, na maioria das vezes, são tumores agressivos. Existem causas genéticas, mas muitos dos casos são idiopáticos, ou seja, não há uma doença genética familiar associada.

Quais os sinais de câncer adrenal em criança?

Em meninas, os principais sintomas são o surgimento e o aumento de pelos, acne, engrossamento da voz, ganho de massa muscular, hipertrofia de clitóris e o corpo vai ganhando uma forma mais masculina. Isso porque a adrenal produz também os hormônios chamados androgênios, além do sulfato de DHEA, que são andrógenos adrenais e a criança pode ter esse sinal de virilização, que é o aumento do hormônio masculino.

Já em meninos, acontece o aumento do tamanho peniano, pelos, acnes e oleosidade na pele. Importante prestar atenção a um outro sinal, comum em ambos os sexos, que é a massa abdominal palpável.

Esses sinais podem ser confundidos com os sinais da puberdade precoce?

Com certeza e esses sinais podem surgir também na pré-adolescência e não apenas na infância. Por isso, ao notar algum desses sinais, é muito importante buscar um endocrinologista para que seja feito o diagnóstico correto.

Confirmando-se o diagnóstico de carcinoma adrenal, qual o especialista que que seguirá o tratamento?

São dois especialistas – endocrinologista, porque provavelmente a criança vai precisar de um manejo hormonal, e o oncologista que ficará responsável pelo tratamento quimioterápico, inclusive o cirúrgico para a retirada do tumor.

O câncer adrenal tem cura?

Vai depender muito do tipo do tumor, porém, no geral, a expectativa não é positiva, porque costuma ser tumores mais agressivos.

Outros Posts