domingo, 03 de março de 2024

Brasil sofre 2º revés na Liga das Nações Feminina com derrota para EUA

Após seis vitórias consecutivas, a seleção brasileira feminina de vôlei sucumbiu diante dos Estados Unidos, com derrota por 3 sets a 0 (22/25, 19/25 e 22/25), no encerramento da segunda rodada classificatória, no Estádio Nilson Nelson, em Brasília (DF). O revés, o segundo do Brasil na competição, reeditou a final olímpica nos Jogos de Tóquio, quando a seleção deixou escapar o ouro ao perder por 3 sets a 0 para as norte-americanas. 

“O saque delas dificultou a nossa recepção e tivemos dificuldade com os nossos contra-ataques. É nisso que precisamos melhorar. Esses jogos servem como parâmetro. A Priscila Daroit sentiu o adutor esquerdo e optamos por preservá-la na partida porque temos muita competição pela frente. Ficamos com uma opção menos para o jogo. Os Estados Unidos jogaram com mais naturalidade e foram mais eficientes. Precisamos melhorar a nossa relação entre o bloqueio e a defesa para jogos como esse contra os Estados Unidos”, analisou José Roberto Guimarães, técnico da seleção, em depoimento à Confederação Brasileira de Vôlei (CBV).

Com o tropeço neste domingo (18), o Brasil caiu para a quinta posição (18 pontos) na tabela de classificação, liderada pela Polônia (20). Os Estados Unidos ocupam a segunda posição (19), seguidos por Turquia (19) em terceiro e China (18) em quarto lugar.

O destaque da partida foi a oposta norte-americana Thompson, a maior pontuadora em quadra, com 15 pontos. Já do lado brasileiro, quem sobressaiu foi a central Thaisa, com 12 pontos, 10 deles no ataque.

“Temos que aprender com uma partida como essa. Os Estados Unidos jogaram muito bem e mereceram a vitória, mas podemos jogar melhor do que apresentamos hoje. Conseguimos buscar o jogo em alguns momentos, mas não foi o suficiente. A palavra para o nosso grupo é evolução. É nisso que vamos focar nos próximos jogos”, projetou a central.

A seleção embarca na próxima terça-feira (20) para Bangcoc (Tailândia), sede da terceira e última rodada da fase classificatória. O primeiro jogo será contra a Itália, em 28 de junho, às 20h30 (horário de Brasília).

O Brasil  busca um título inédito na Liga das Nações, após três vice-campeonatos. Os jogos da competição também somam pontos para o o ranking mundial da Federação Internacional de Voleibol (FIVB, na sigla em inglês), um dos parâmetros  na corrida por vaga olímpica aos Jogos de Paris 2024.

A Liga reúne as 12 países mais bem ranqueadas pela FIVB. Na primeira fase (classificatória) – de 30 de maio a 2 de julho -cada seleção joga 12 partidas, em quatro semanas, em locais diferentes. As oito mais bem colocadas avançam à fase eliminatória (quartas de final). Detalhe: os Estados Unidos já têm vaga garantida nas quartas, por serem os anfitriões da fase final (de 12 a 16 de julho).

Programação

Tailândia (última semana da fase classificatória)

28 de junho – 10h30 – Brasil x Itália

29 de junho – 07h: – Brasil x Canadá

30 de junho – 10h30 – Brasil x Turquia

2 de julho – 10h30 – Tailândia x Brasil

Estados Unidos (fase final)

12 a 16 de julho

Outros Posts